Embora a Internet nos tenha ligado a mais informação do que nunca, a era digital atual tornou mais fácil para os burlões perpetuarem a sua atividade fraudulenta. Desde publicações falsas em redes sociais a phishing de palavras-passe para contas financeiras, os burlões descobriram inúmeras formas de obter o dinheiro de outras pessoas.

Utilizam quaisquer meios para contactar as vítimas: telefone, correio postal, e-mail e a Internet.

Ganham a sua confiança e quando o conseguem convencer, pedem-lhe dinheiro e fogem.

Os cenários utilizados para o enganar mudam constantemente. Mas pode proteger-se, bem como aos seus amigos e familiares, obtendo conhecimento dos tipos mais comuns de fraude.

Mantenha-se informado

A Western Union está a ajudar a evitar que os consumidores sejam vítimas de burlas de transferência de fundos através da educação e da sensibilização.

Siga os nossos alertas e atualizações

Burla de taxa antecipada/pré-pagamento

É pedido à vítima que pague taxas iniciais por serviços financeiros que nunca são prestados. As vítimas fazem frequentemente várias transações com vista ao pagamento de diversas taxas iniciais. Os métodos comuns podem incluir: cartão de crédito, subsídios, empréstimos, heranças ou investimentos.

Associado a:
Burla fiscal, Telemarketing, Fraude de imigração, Burla de beneficência, Burla de redes sociais, Burla de cheque falso, Burla do avô

Artigos:
Quatro formas de se proteger contra burlas de pagamento antecipado e pré-pagamento, Estude as burlas a estudantes

image-no-BG-left-300x243-1

Burla de antivírus

A vítima é contactada por alguém que diz trabalhar para uma empresa de computadores ou software muito conhecida e alega que foi detetado um vírus no computador da vítima. A vítima é informada de que o vírus pode ser removido e o computador protegido por uma pequena taxa, mediante pagamento por cartão de crédito ou transferência de dinheiro. Na verdade, o computador não está infetado por vírus e a vítima perdeu o dinheiro que enviou para a respetiva proteção.

Associado a:
Burla de taxa antecipada/pré-pagamento, Roubo de identidade, Phishing

Artigo:
Cinco formas de se proteger contra burlas tecnológicas

Fraud-Icon-01

Burla de beneficência

A vítima é frequentemente contactada por e-mail, correio ou telefone, para solicitar o envio de donativos através de transferência de dinheiro, para ajudar vítimas de um evento recente, como uma catástrofe ou emergência (como uma inundação, ciclone ou terramoto). As organizações de beneficência legítimas nunca solicitam o envio de dinheiro a pessoas através de um serviço de transferência de fundos.

Associado a:
Burla de taxa antecipada/pré-pagamento, Phishing, SMS/Smishing

Artigos:
A Western Union e o Better Business Bureau avisam sobre burlas de beneficência durante a época dos donativos, Seis sugestões para evitar burlas de beneficência

Charity

Burla de emergência

A vítima é levada a crer que está a enviar fundos para ajudar um amigo ou ente querido que precisa urgentemente de ajuda. A vítima envia o dinheiro com urgência enquanto a preocupação natural da vítima por um ente querido é explorada.

Associado a:
Burla do avô, Burla de taxa antecipada/pré-pagamento

Artigo:
A Western Union e o Better Business Bureau Partner protegem os consumidores de burlas de emergência

EmergencyBernie

Burla laboral

A vítima responde a um anúncio de emprego, é contratada para um emprego fictício e recebe um cheque falso para cobrir despesas relacionadas com o trabalho. O montante do cheque é superior às despesas da vítima e esta envia os fundos remanescentes através de transferências de fundos. O cheque não tem cobertura e a vítima é responsável pelo valor integral.

Associado a:
Fraude do cliente misterioso, Burla de cheque falso

Artigo:
Três burlas laborais e sugestões para ajudar a evitar tornar-se vítima

Employment

Extorsão

Ameaças à vida, detenção ou outras exigências dos burlões para obterem ilegalmente dinheiro, bens ou serviços de uma vítima através da coação de que supostamente devem algo e de ameaças se não cooperarem.

Associado a:
Burla de taxa antecipada/pré-pagamento, Burla de relação, Fraude de imigração, Burla fiscal, Burla de emergência, Burla de antivírus, Phishing

Fraud-Icon-04

Burla de cheque falso

As vítimas recebem muitas vezes um cheque como parte de uma burla e é-lhes dito para depositarem o cheque e usarem os fundos para despesas laborais, compras na Internet, compras de cliente misterioso, etc. O cheque é falso (contrafeito), e a vítima fica responsável por quaisquer fundos utilizados do cheque. Tenha em atenção que os fundos de um cheque depositado numa conta não devem ser utilizados até que o cheque fique oficialmente à ordem, o que pode levar semanas.

Associado a:
Burla de taxa antecipada/pré-pagamento, Fraude do cliente misterioso, Burla laboral, Burla de pagamento excessivo, Fraude de compra online, Burla de lotaria/prémio, Burla de arrendamento de imóvel

Artigo:
Como evitar burlas de cheque falso

Fraud-Icon-02

Burla do avô

Esta burla é uma variação da burla de emergência.

A vítima é contactada por uma pessoa que se faz passar por um(a) neto(a) em dificuldades, ou por uma pessoa num cargo de autoridade, como um médico, um polícia ou um advogado.

O burlão descreve uma situação urgente ou de emergência (fiança, despesas médicas, fundos para viagem de emergência) que envolve o(a) neto(a) e exige a realização imediata de uma transferência de fundos.
Não ocorreu qualquer emergência e a vítima que envia dinheiro para ajudar o(a) neto(a) fica sem o mesmo.

Associado a:
Burla de taxa antecipada/pré-pagamento, Burla de emergência

Artigo:
Seis sugestões e informações para evitar a burla do avô

image-no-BG-left-3

Roubo de identidade

Os ladrões de identidade utilizam informações pessoais (por exemplo, números da Segurança Social, informações de contas bancárias e números de cartões de crédito) para se fazerem passar por outra pessoa. Isto pode incluir abrir uma conta de crédito, retirar todos os fundos de uma conta existente, apresentar declarações de impostos ou obter assistência médica.

Associado a:
Fraude de compra online, Phishing, SMS/Smishing, Burla de redes sociais, Burla de taxa antecipada/pré-pagamento, Fraude de imigração, Burla fiscal, Burla laboral, Burla de antivírus, Burla de relação

Fraud-Icon-05

Fraude de imigração

A vítima recebe uma chamada de alguém que afirma ser um funcionário de imigração, dizendo que existe um problema com o registo de imigração da vítima. Podem ser fornecidas informações pessoais e dados sensíveis relativos ao estatuto de imigração da vítima, para fazer com que a história pareça mais legítima. É exigido um pagamento imediato para corrigir quaisquer problemas com o registo da vítima, podendo ser feitas ameaças de deportação ou prisão caso o pagamento não seja feito imediatamente através de uma transferência de fundos.

Associado a:
Burla de taxa antecipada/pré-pagamento, Burla de pagamento excessivo, Burla de emergência

Artigo:
Seis sugestões para se proteger de uma fraude de imigração

Immigration

Fraude de compra online

As vítimas podem ser o comprador ou um vendedor de artigos (por exemplo, animais de estimação, automóveis) ou serviços anunciados online através do Craigslist, eBay, Alibaba, Gumtree, carsales.com, etc. Os burlões fingem ser vendedores online legítimos, com um website falso ou um anúncio falso num site genuíno que anuncia um artigo a um preço baixo. Pedem que pague através de uma ordem de pagamento, cartão de dinheiro pré-carregado ou transferência de fundos. Depois de o dinheiro ser enviado, a vítima nunca recebe a mercadoria ou o serviço. Os burlões também podem fingir ser compradores legítimos, enviando um cheque com um valor superior ao preço de venda e pedindo ao vendedor que lhes envie a diferença através de uma transferência de fundos.

Associado a:
Burla de pagamento excessivo, Burla de arrendamento de imóvel, Burla de cheque falso

Artigos:
Alerta de fraude: Aumento das fraudes de compra online de cachorrinhos, Sugestões para se proteger contra fraudes de compras online nesta época festiva, Defenda-se das burlas de consumo relacionadas com a COVID-19

image-no-BG-left-7

Burla de lotaria/prémio

É dito às vítimas que ganharam uma lotaria, um prémio ou sorteio e que têm de enviar dinheiro para cobrir os impostos ou taxas aplicáveis aos ganhos. A vítima pode receber um cheque como parte do prémio e, após o depósito do cheque e envio do dinheiro, verifica-se que o cheque não tem cobertura.

Associado a:
Burla de taxa antecipada/pré-pagamento, Burla de cheque falso

Artigos:
Sete sugestões para evitar burlas de lotaria , Evite ser vítima de burlas de sorteio

Lottery

Fraude de “money-flipping”

As redes sociais estão a ser utilizadas para atrair novas vítimas para um esquema antigo e rápido, em que os utilizadores anunciam formas de transformar 100 dólares em 1000 dólares, ao fazer “money-flipping”. O anúncio sugere que os investidores podem tirar partido das especificidades do sistema monetário para alavancar dinheiro adicional e transformar algumas centenas de dólares em milhares. Depois de os burlões terem acesso ao dinheiro, muitas vezes impedem a vítima de os contactar através das redes sociais ou do número de telefone.

Associado a:
Burla de redes sociais, Burla de taxa antecipada/pré-pagamento

Artigo:
Money-flipping ou fiasco? Como evitar ser vítima de burlas online

MoneyFlip

Militares

Os militares são um alvo apelativo para os burlões por várias razões. Abusam da admiração generalizada pelos militares e fazem-se passar por membros do exército a fim levar as pessoas a enviar-lhes dinheiro.

Associado a:
Burla de relação, Burla de taxa antecipada/pré-pagamento, Burla de emergência, Burla de beneficência, Burla laboral

Artigos:
A última moda das burlas: os bandidos fazem-se passar por militares, Criminosos disfarçam-se de militares online

Military

Fraude do cliente misterioso

O burlão contacta a vítima através de um website de emprego, ou a vítima responde a um anúncio sobre uma oportunidade de emprego para avaliar um serviço de transferências de fundos. O burlão envia geralmente à vítima um cheque para depositar e instrui a vítima a enviar uma transferência de fundos, mantendo parte do valor do cheque como pagamento. A vítima envia o dinheiro, o burlão levanta-o e, quando se verifica que o cheque não tem cobertura, a vítima fica responsável pelo valor integral.

Associado a:
Burla de cheque falso, Burla laboral, Burla de taxa antecipada/pré-pagamento

Artigo:
Por que motivo as ofertas para ser um cliente misterioso requerem muito escrutínio

MysteryShop

Burla de pagamento excessivo

O burlão envia à vítima um cheque que parece ser válido, como pagamento de um serviço ou produto. Habitualmente, o valor do cheque ultrapassa o que a vítima espera receber e o burlão pede à vítima a devolução do valor pago a mais através de uma transferência de fundos. Quando se verifica que o cheque não tem cobertura, a vítima fica responsável pelo valor integral.

Associado a:
Fraude de compra online, Burla de cheque falso, Burla de taxa antecipada/pré-pagamento

Artigo:
Tenha cuidado: burlas de pagamento comuns na compra e venda online

Overpayment

Phishing

Comunicação que se faz passar por uma entidade fidedigna, como um banco ou uma empresa de hipotecas, e que se destina a induzir a vítima a fornecer informações pessoais ou palavras-passe. Um “phish” é uma tentativa fraudulenta, habitualmente através de e-mail (embora também possa ser feita por telefone ou mensagem de texto), de roubar as suas informações pessoais ou difundir código ou software malicioso no seu computador.

Associado a:
Burla de relação, Extorsão, Burla de emergência, Burla de redes sociais, SMS/Smishing

Artigo:
Conheça os sinais de alerta de uma burla de phishing

Phishing

Burla de relação

A vítima é levada a crer que tem uma relação pessoal com alguém que conhece online, frequentemente através das redes sociais, num fórum online ou num website de encontros. A vítima tem frequentemente um envolvimento emocional, muitas vezes referindo-se ao(à) destinatário(à) como noivo(a).

Associado a:
Burla de redes sociais, Militares, Burla de emergência, Extorsão

Artigo:
À procura do amor na Internet em 2016

Romance

Burla de arrendamento de imóvel

A vítima envia dinheiro relativo à caução para o arrendamento de um imóvel e nunca recebe acesso ao mesmo, ou a vítima também pode ser a proprietária a quem o inquilino envia um cheque e pede que devolva uma parte do mesmo através de transferência de fundos, verificando-se depois que o cheque não tem cobertura.

Associado a:
Fraude de compra online, Burla de cheque falso, Burla de pagamento excessivo

Artigos:
A Western Union e o Better Business Bureau combatem as burlas de arrendamento online, Os consumidores têm de estar atentos às burlas de arrendamento comuns

Rental

Burla de redes sociais

Se um cibercriminoso obtiver acesso às suas contas nas redes sociais, também terá acesso aos seus familiares e amigos próximos. Os criminosos e os burlões podem tirar partido da quantidade de informações pessoais que as pessoas partilham online e, depois, utilizar estas informações para criar argumentos habilidosos e altamente direcionados para os seus amigos e familiares, muitas vezes envolvendo pedidos de dinheiro.

Associado a:
Phishing, Burla de emergência, Burla do avô, Militares, SMS/Smishing, Burla de taxa antecipada/pré-pagamento, Burla de relação, Roubo de identidade

Artigo:
Proteja-se nas suas relações sociais para evitar burlas nas redes sociais

SocialNetworking

SMS/Smishing

Tenha cuidado com mensagens de texto que despertam urgência, pedindo que clique numa ligação que o direciona para um site comprometido, ou que o levam a divulgar involuntariamente algumas informações pessoais que podem ser usadas contra si.

Associado a:
Roubo de identidade, Phishing, Burla de antivírus, Burla de taxa antecipada/pré-pagamento, Burla de lotaria/prémio

Fraud-Icon-02

Burla fiscal

A vítima é contactada por alguém que diz pertencer a uma agência governamental e alega que a vítima deve dinheiro relativo a impostos, que deve ser pago imediatamente para evitar a detenção, deportação ou suspensão da carta de condução/passaporte. A vítima recebe instruções para transferir fundos ou comprar um cartão de débito pré-carregado para pagar os impostos. As agências governamentais nunca exigem o pagamento imediato nem efetuam contactos telefónicos relativos a impostos sem antes enviar o respetivo apuramento por correio.

Associado a:
Burla de taxa antecipada/pré-pagamento, Burla de pagamento excessivo

Artigos:
A Western Union insta os consumidores a manterem-se alerta para a burla telefónica que se faz passar pelo Internal Revenue Service (IRS), Inteligente em matéria de dinheiro: ser demasiado inteligente para estas burlas fiscais por telefone

Fraud-Icon-04

Telemarketing

O telemarketing abrange, em termos gerais, quase todas as transações comerciais que envolvam a utilização de um telefone para efetuar ou receber chamadas entre um consumidor e um agente de telemarketing ou vendedor para a transferência de fundos, tais como transferências de fundos “dinheiro para dinheiro” ou fundos carregados num cartão pré-pago, como o pagamento de bens ou serviços oferecidos ou vendidos através de telemarketing, muitas vezes relacionados com uma promoção de férias “gratuitas” ou com descontos significativos, burlas de prémios ou sorteios ou a venda de revistas baratas.

Associado a:
Burla de beneficência, Burla de taxa antecipada/pré-pagamento, Burla de arrendamento de imóvel, Burla de lotaria/prémio, Fraude de compra online, Roubo de identidade

Fraud-Icon-05