5 dicas para planejar o seu intercâmbio para a Irlanda

Dinheiro By Marcus Luiz September 29, 2021

Um dos países que mais despertam o interesse dos brasileiros na hora de estudar ou aperfeiçoar o inglês no exterior é a Irlanda. Além de ser um destino acolhedor, com população jovem e multicultural, permite que a pessoa também trabalhe legalmente. Dessa forma, é possível fazer as aulas e garantir uma renda para se manter no país. Assim, para ajudar você que está planejando fazer o seu intercâmbio para a Irlanda, a Western Union preparou algumas dicas imperdíveis.

 

Confira 5 dicas para planejar o seu intercâmbio para a Irlanda

 

1 – Faça um planejamento financeiro

Quando você decide fazer um intercâmbio é fundamental iniciar um planejamento financeiro com um tempo de antecedência. Para isso, pesquise sobre o custo de vida da Irlanda, de acordo com a cidade que você decidiu morar, busque informações de pessoas que estudam ou já estudaram no país, veja quais são os gastos com moradia e o curso de inglês de acordo com o período que você pretende ficar por lá. Assim, você terá uma ideia do quanto seria o ideal economizar e criar uma poupança.

2 – Escolha o curso e a escola de inglês

Esse item é importante porque você precisa escolher uma escola que seja certificada e avaliar quais são os seus objetivos para poder escolher o curso. Existem os tradicionais, para o aluno que deseja desenvolver a habilidade do uso da língua inglesa, mas também os mais específicos na área de negócios, cultura, acadêmico, para preparação em provas de proficiência, entre outros. Assim, defina o tipo de curso e a escola que deseja estudar, analisando também o custo-benefício.

3 – Reúna a documentação necessária

Se o seu intercâmbio tiver a duração de até três meses (90 dias), não será necessário solicitar o visto para entrar no país. Você só precisará apresentar na imigração o comprovante de estadia, o seguro saúde, passagem de volta, comprovante financeiro (não existe um valor estipulado) e passaporte. Porém, para permanecer na Irlanda depois desse período, você precisará de um visto de estudante chamado Stamp 2, que também dá o direito de trabalhar em terras irlandesas.

4 – Solicite o visto para o intercâmbio (acima de 90 dias)

O visto de estudante irlandês é emitido quando o aluno já está no país e os documentos necessários são: comprovante de residência, 3.000 (três mil) euros como comprovação financeira, passaporte, seguro governamental, carta fornecida pela escola (IRP Letter) e o comprovante de que ela é Learner Protection, ou seja, certificada para receber estudantes de fora. A dica aqui é agendar a entrevista ainda quando você estiver no Brasil para ganhar tempo. O valor cobrado para a emissão do visto é de 300 (trezentos) euros e ele tem a duração de oito meses, mas pode ser renovado duas vezes.

5 – Pesquise oportunidades de emprego

Com o visto Stamp 2 você poderá trabalhar na Irlanda em uma carga horária de até 20h por semana (ou até 40h nas férias). Os estudantes que fazem intercâmbio costumam conseguir trabalho em áreas que não exigem o inglês fluente, como barista, garçom, babá, assistente de cozinha ou mercado, recepcionista, limpeza entre outros. Faça uma pesquisa em sites de emprego e se candidate às oportunidades, mas, geralmente, para essas vagas que pedem menor qualificação, vale entregar o currículo impresso no local do trabalho.

Gostou das dicas para planejar o intercâmbio para a Irlanda? E você conta também com o serviço de transferência de dinheiro internacional da Western Union. É muito prático e totalmente online. Você pode fazer a transferência aqui do Brasil e receber em uma conta bancária na Irlanda ou sacar o dinheiro em uma loja física da Western Union. Acesse o nosso site WU.com ou baixe nosso aplicativo WU® Brasil. Faça o seu cadastro hoje mesmo clicando aqui.

Para consultar os Termos & Condições do serviço, clique aqui.